SAIBA O QUE É
PRECISO PARA DOAR

  • Não usar medicamentos
    incompatíveis com a
    amamentação.
  • Estar amamentando ou
    ordenhando leite para o
    próprio filho.
  • Em caso de não ter feito o
    pré-natal, realizar exames
    específicos.
  • Ser saudável.
  • Não usar
    álcool nem
    drogas ilícitas.
  • Apresentar exames
    pré ou pós-natal
    compatíveis com
    a doação de leite
    ordenhado.

JUNTOS PELA
ALIMENTAÇÃO.

A Waba foca na amamentação como chave para atingir os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS). Ela propõe parcerias em prol de metas, compartilhando a questão da amamentação com parceiros, multinstitucional e intersetorial, sem conflitos de interesse. Saiba mais sobre amamentação e aleitamento materno.

14 PASSOS
PARA DOAR

Muitas mamães têm dúvidas sobre como são feitas a doação e a coleta do leite
materno, mas o procedimento é muito mais simples do que imaginam!

Confira o passo a passo:

  • 1. Procure tirar o leite em um lugar limpo e tranquilo da casa.
  • 2. Use potes de vidro com tampa plástica.
  • 3. Ferva os potes por 15 minutos e deixe que sequem sobre um pano limpo.
  • 4. Use uma touca ou um lenço na cabeça.
  • 5. Coloque uma máscara ou amarre uma fralda sobre o nariz e a boca.
  • 6. Lave as mãos e os braços até o cotovelo com bastante água e sabão.
  • 7. Lave as mamas apenas com água.
  • 8. Seque as mamas e as mãos com um pano limpo.
  • 9. Massageie os seios com a ponta dos dedos, com movimentos circulares, e inicie a coleta diretamente no pote.
  • 10. Encha o pote até faltarem dois dedos para completá-lo e, caso seja necessário, recomece uma nova coleta em outro pote higienizado.
  • 11. Identifique o pote com seu nome e a data em que retirou o leite pela primeira vez. Para completar um pote que já está no congelador, faça a coleta em um copo de vidro e depois despeje no pote.
  • 12. O leite pode ficar até 10 dias no congelador ou no freezer.
  • 13. Para agendar a coleta, ligue no número 160, opção 4.
  • 14. O Corpo de Bombeiros buscará a doação em sua casa!

Viu como é fácil? Seja uma mãezona, faça a sua doação e diga com muito orgulho: eu divido meu leite!

Se for a sua primeira doação ou você estiver precisando, solicite
o kit com o potinho vidro, uma touca e uma máscara
para usar
durante a coleta. Os bombeiros levarão até a sua casa ou você
poderá pegar num Banco de Leite Humano mais perto.

MITOS E
VERDADES

 

A doação pode
interferir na
amamentação
do filho?

MITO

Pelo contrário. A verdade é que, quanto mais a mãe estimular a produção do leite, mais ela o terá. A ordenha para doação é uma forma de estímulo e, dessa forma, não faltará para o bebê.
O leite materno
pode ser
congelado?

VERDADE

O leite materno pode ser congelado por até 15 dias sem a perda de suas características e qualidade nutricional. Dessa forma, a mãe pode ordenhar o leite em casa, tomando os devidos cuidados para isso, e deixá-lo no congelador. Dessa mesma forma, a mãe pode doá-lo para um Banco de Leite Humano (BLH). No caso da doação, o prazo é de 10 dias.
O leite
industrializado
é quase como o
leite materno?

MITO

O leite materno é singular. Tanto que o colostro, que sai na primeira mamada, pode ser considerado a primeira vacina do bebê. O leite materno é um alimento especialmente personalizado para cada momento da vida de um bebê.
A alimentação
da mãe reflete
no leite?

VERDADE

Por isso, o recomendado é que a mãe tenha uma alimentação saudável. A variedade dos alimentos é igualmente importante. Ela também não deve ingerir bebida alcoólica.
Algumas mães
produzem leite
mais fraco?

MITO

Nenhum leite materno é fraco, nem o de uma mulher desnutrida. A qualidade do leite da mulher desnutrida é tão boa quanto a do de uma mulher nutrida. O fato é que o bebê acorda mais rápido quando toma o leite materno porque a sua digestão é mais rápida e atendendo as necessidades da criança.
Mamadeira e
chupeta
interferem no
aleitamento?

VERDADE

A sucção do leite no peito promove o desenvolvimento adequado da musculatura e das estruturas ósseas da face da criança. A sucção no peito mantem a produção do leite materno. O uso dos utensílias citados pode implicar na diminuição do estímulo da produção do leite e, consequentemente, o abandono do aleitamento materno pela criança.
Estresse e
nervosismo
podem atrapalhar
a produção
do leite?

VERDADE

Em situações assim, a mãe tem o sistema endócrino-imunológico modificado e, com isso, a quantidade de leite produzido pode diminuir. O recomendado é que a mãe descanse sempre que possível. Para isto a mãe precisa de uma rede de apoio, tal como família, amigos e sociedade.
Compressa de
água quente
ajuda com o leite
empedrado?

MITO

Na verdade, a compressa de água quente piora a situação, pois aumenta a quantidade de leite retido na mama. O empedramento acontece quando o volume de leite é maior do que o bebê necessita. Nesse caso, a indicação é massagem e extração do leite, o qual pode ser doado a um BLH. O uso de compressa pode promover queimaduras na mama da mulher.

BANCOS DE
LEITE DO DF

  • Hospital Materno Infantil de Brasília(HMIB)abrir

    Avenida L2 Sul Quadra 608 Modulo A SGAS, s/n , Asa Sul 61-3445-7597 blhhras@gmail.com Asa Sul, Lago Sul, Candangolandia, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo I e II e Park Way.
  • Hospital Regional da Asa Norteabrir

    SMHN Quadra 101 Area Especial, s/n , 2º andar , Asa Norte 61-3325-4207 hranblh@gmail.com Asa Norte, Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal, Estrutural, SIA e Guará.
  • Hospital Regional da Ceilândiaabrir

    Área Especial, 01 , QNM 17 , Ceilândia Sul 61-3372-9652 160 blhhrc@gmail.com Ceilândia.
  • Hospital Regional de Brazlândiaabrir

    Área Especial, 06 , Setor Tradicional , Brazlândia 61-3479-9643 blhhrbz@gmail.com Brazlândia e Aguas Lindas de Góias.
  • Hospital Regional de Paranoáabrir

    Quadra 02 Conjunto K Lote 01 Área Especial Setor Hospitalar, 01 , Paranoá 61-3369-9981 blhhrpa@gmail.com Paranoá e Itapoã.
  • Hospital Regional de Planaltinaabrir

    Avenida W/L4 Setor Setor Hospitalar, 00 , Planaltina (61) 2017-1369 bancodeleitehrp@gmail.com Planaltina.
  • Hospital Regional de Santa Mariaabrir

    Quadra AC , 102 , Conj. A, B, C e D , Santa Maria 61-3393-5799 blhhrsm@gmail.com Santa Maria e entorno Sul.
  • Hospital Regional de Sobradinhoabrir

    Quadra 12 - Área Especial, s/n , Sobradinho 61-3387-3993 61-3487-9332(Fax) hrsblh@gmail.com Sobradinho I e II.
  • Hospital Regional de Taguatingaabrir

    Setor C - Area Especial Norte, 24 , Taguatinga 61-3353-1122 61-3352-1252(Fax) blhhrt@gmail.com Taguatinga Vicente Pires Aguas Claras Recanto das Emas.
  • Hospital Regional do Gamaabrir

    Área Especial, 01 , Setor Central , Gama 61-3384-0337 nblhhrg@gmail.com Gama e entorno Sul.
  • Posto de Coleta de Samambaiaabrir

    QS 614, conjunto C lote 1 e 2 samambaia norte (61) 2017-2202 pclhhrsamdf@gmail.com Samambaia e Santo Antônio dos Descoberto.
  • Posto de Coleta de São Sebastiãoabrir

    Centro de Multiplas Atividades, 10 , São Sebastião 61-3339-1125 pclhsaosebastiao@gmail.com São Sebastião e Jardim Botânico.
  • Hospital Universitário de Brasíliaabrir

    L2Norte-QD, 604 , Asa Norte 61-2028-5585 61-2028-5391 blhhubb@gmail.com
  • Hospital das Forças Armadas - HFAabrir

    Estrada Parque Contorno do Bosque, s/n , Cruzeiro Novo 61-2107-5304

REDE DE BANCO
DE LEITE HUMANO

  • 15
    UNIDADES
  • 49
    UNIDADES
  • 28
    UNIDADES
  • 93
    UNIDADES
  • 32
    UNIDADES
BRASIL:
217 UNIDADES

Quando o assunto é doação de leite humano, o Brasil não só é um protagonista reconhecido internacionalmente como também exporta tecnologia e conhecimento para arrecadação, armazenamento e processamento do leite materno para toda a Rede Ibero-americana de Bancos de Leite Humano.

Quem não quer aprender com o Brasil sobre os Bancos de Leite Humano está equivocado. Carmen Medina López
Hospital Universitario 12 de Octubre (Espanha)